O que é café especial? Faça uma viagem pelos sabores e aromas!

Você já se perguntou o que é café especial? Se está acostumado com os pacotes comuns das prateleiras dos supermercados, ficamos felizes em lhe dizer que o caminho aqui é outro! 

Vamos desvendar esse mistério e levar você para uma viagem pelos campos, pelas técnicas de torra, e, é claro, pelo delicioso sabor que só os cafés especiais, em grãos ou moídos, proporcionam. Então, prepare-se para embarcar nessa jornada cafeinada!

O que faz um café ser “especial”?

O que faz um café ser "especial"? Esse produto de especialidade representa a "nata" da cafeicultura. Não é só uma bebida, é uma experiência. Imagine aquela sensação única despertada por um sabor que vai além do trivial, que transporta para outra dimensão.


São essas experiências sensoriais que definem o que é café especial: algo que não é somente uma bebida, mas um convite para explorar nuances, aromas e sabores que você nem sabia que existiam.

Cultivo: o segredo começa na terra!

O processo todo começa lá no pé de café. Esses grãos especiais são cultivados em lugares especiais, em altitudes específicas, onde o clima frio, o solo e até a lua (brincadeira!) conspiram a favor. É tipo o terroir do vinho, mas na produção cafeeira.

O amor do produtor de café pela terra

A colheita é uma tarefa quase artística. Nada de máquinas malucas arrancando tudo; ela é manual e seleciona só os grãos maduros. Afinal, para ser especial, tem que ser escolhido a dedo, literalmente!

O processo de torra: transformando grãos em obras de arte!

Aqui, a coisa fica séria. A torra do café é o momento mágico onde os grãos verdes se transformam naquelas belezinhas escuras e aromáticas que a gente ama. Não é só torrar, é criar. Na produção de especialidade, esse processo é feito com maestria. O resultado? sabores que vão muito além do amargo que você encontra por aí.

A torra do café especial

Cafés especiais e comuns: entenda as diferenças

Ao passar pelo supermercado e observar todas as prateleiras, você pode ter a dúvida sobre o que é café especial e a diferença entre ele e o comum. Já adiantamos: eles são muito diferentes!


Enquanto o café comum é muitas vezes produzido em massa, o especial é resultado de um processo artesanal, onde cada etapa é cuidadosamente acompanhada. Por isso, ele é como o vinho: tem camadas de sabor que desafiam seu paladar. As notas sensoriais são frutadas, florais, doces, cítricas e muito mais!


Além disso, com o produto de especialidade, você sabe de onde vem a bebida que está na sua xícara e compreende que ela tem mais qualidade. Você não adquire só o melhor café moído ou em grãos; compra uma história.

Café gourmet é especial?

Não queremos deixar você com nenhuma dúvida, muito menos sobre a diferença entre café gourmet e especial. Olha, esses produtos são muito diferentes! Acompanhe a seguir.


“Café gourmet” é um termo mais abrangente. Ele tem mais qualidade do que o produto tradicional, encontrado nas prateleiras do supermercado, mas o processamento não é tão criterioso quanto o do grão especial. Ele pode ser um blend de grãos de diferentes origens, muitas delas que você nem conhece. Ou seja, apesar de ser vendido com algo "bom", ele ainda é uma mistura.

Tipos de café especial

Existem alguns tipos de café especial. Os grãos Arábica são os mais comuns e carregam o sabor mais tradicional que todos conhecem. É tipo um abraço quentinho. 

Quais os tipos de café?

Uma das principais características do Arábica é que ele apresenta um cultivo mais detalhado, por exigir condições específicas em relação ao clima. Ele possui menos cafeína do que o Robusta, sendo a opção perfeita para quem prefere um sabor equilibrado entre o doce e o amargo.


Já o tipo Robusta, é ideal para quem gosta de uma dose extra de cafeína, já que ele é mais forte e mais intenso. Esse tipo de grão possui um aspecto mais rústico. Além disso, a planta é mais resistente a pragas e doenças, o que torna uma opção mais fácil de cultivar.

Esse tipo é frequentemente utilizado em blends de café, especialmente em tipos como expressos e instantâneos. O processo de torra do Robusta é consideravelmente mais intenso, o que permite manter a qualidade e se tornar uma opção tão popular para preparar um café especial.

Como fazer café especial em casa?

Você está pronto para se tornar o mestre dessa bebida na sua própria casa? Separamos algumas dicas sobre como fazer um café especial digno de aplausos, continue acompanhando!


Primeiro, escolha grãos de qualidade — você já sabe que é o café especial que oferece isso. É possível comprar o produto moído, mas adquirir em grãos e moer na hora faz toda a diferença! Com o auxílio de um bom moedor, você aprecia uma bebida mais fresquinha!

Como fazer um café gostoso em casa

Lembre-se de usar água filtrada e controlar a temperatura. Além disso, experimente diferentes métodos de preparo para descobrir o seu preferido: prensa francesa, filtrado ou moka italiana.

Café especial: um investimento que vale a pena!

Agora, você pode estar pensando: "mas o café especial é mais caro. Vale a pena mesmo?". Sim, vale! É um investimento no seu paladar, na sua experiência e na sua saúde. Ele não é apenas um líquido que você toma para acordar de manhã; é um convite para parar, sentir os aromas, saborear cada gole e valorizar a produção de qualidade.

Conheça os cafés especiais da Fazenda Jotacê!

Agora que você já sabe o que é café especial, está na hora de dar uma chance para essa experiência. É como descobrir um novo mundo, cheio de nuances e sabores que você nunca imaginou existir.


Então, para não ficar mais na dúvida entre o café comum e o especial, lembre-se: você merece mais. A produção de especialidade propicia um sabor único, uma origem transparente e uma jornada a cada gole. Conheça o site da Fazenda Jotacê e surpreenda-se com nossos cafés naturalmente doces!


Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados

Este site é protegido por reCAPTCHA e a Política de privacidade e os Termos de serviço do Google se aplicam.